Saae Ituverava-SP

Última Atualização do Site:
16/05/2017 13:28:25






CIDADE PODE RACIONAR ÁGUA A PARTIR DA PRÓXIMA SEMANA Enviar por e-mail  Imprimir esta notícia Receber por RSS
29/10/2014 10:04:02



Rio do Carmo está com menos de 10% do seu nível, em uma das maiores secas da história da cidade

Embora as chuvas tenham começado esta semana, na quinta e sexta-feira, Ituverava continua em uma situação alarmante, com possibilidade de sofrer com a falta de água. O nível do Rio do Carmo, responsável pelo abastecimento de toda a cidade, está abaixo dos 10%.

A Cachoeira Salto Belo, no Rio do Carmo, se tornou assustadora. O local antes abundante e repleto de beleza, agora dá lugar a pedras por onde passam pequenos fios d’água. É a isso que ficou limitada a cachoeira, que é o cartão-postal de Ituverava.

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o superintendente do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgotos), Ivan Deienno, afirma que a situação é alarmante. “Mais do que nunca, é preciso que a população evite o desperdício de água. Peço, mais uma vez, para que as pessoas deixem de lavar calçadas, carros e evitem esbanjar de qualquer forma a água, pois o momento realmente é preocupante”, afirma.

“Caso essa economia não aconteça e a chuva não se torne freqüente, será necessário que Ituverava entre em racionamento, já a partir da próxima semana”, anuncia Deienno.

Outra iniciativa da autarquia foi a elaboração de um projeto de lei para inibir o uso abusivo de água em períodos de estiagem. Ele deve ser em breve votado na Câmara Municipal de Ituverava.

Sensação térmica chegou a 44oC em Ituverava neste mêsPor conseqüência da falta de chuvas, Ituverava tem enfrentado uma série de problemas climáticos, como elevadas temperaturas e baixa umidade relativa do ar.

De acordo com informações levantadas pela Parcintec/Fafram, antes desta semana, a última chuva significativa em Ituverava ocorreu dia 26 de setembro, quando foram 23 milímetros.

As temperaturas bastante elevadas, no dia 15 de outubro, chegaram aos 41º, com sensação térmica de 44 graus. A umidade relativa do ar, considerada ideal entre 40% e 60%, este mês chegou a 15% em alguns dias. No entanto, recentemente melhorou se aproximando dos 40%.

Devido às altas temperaturas e baixa umidade do ar, outubro se igualou a setembro, que foi o mês mais quente do ano, segundo a Parcintec/Fafram.

PrevisãoSegundo o site Climatempo, um dos mais respeitados na área de meteorologia, em Ituverava, a expectativa é que chova 10 milímetros neste sábado, dia 25, e 15 milímetros no domingo, dia 26. As chuvas devem retornar quinta-feira, 30 de outubro, entretanto, a previsão é de apenas 2 milímetros.

Vazão do Rio do Carmo diminui cerca de 94%A situação do Rio do Carmo é tão preocupante que pode ser muito bem ilustrada com a vazão. Antes da seca, a vazão do Rio do Carmo, local por onde a água é captada e segue para a Estação de Tratamento de Água, era de 6,8 mil litros por segundo. Agora o volume é assustador: são apenas 400 litros por segundo, o que corresponde a cerca de 5,8% do total. A queda, de aproximadamente 94,1%, exemplifica muito bem o quanto a água do Rio do Carmo tem diminuído, e serve como um importante alerta para que a população evite ao máximo o desperdício, pois caso contrário Ituverava sofrerá, em breve, com a falta de água, inclusive para o consumo.

Redes sociaisDesde que a falta de chuva começou a preocupar a cidade, o SAAE solicita que as pessoas evitem o desperdício e que fiscalizem seus familiares, amigos e vizinhos para que façam o mesmo. Em Ituverava, assim como em outras cidades da região, surgiu uma forma diferente de fiscalização: as redes sociais.

Várias pessoas, preocupadas com o desperdício de água em meio a uma situação tão preocupante, têm filmado ou fotografado pessoas esbanjando água e depois publica no Facebook. O intuito é fazer com que a o cidadão perceba o quanto o seu ato tem sido inconseqüente e prejudicial à cidade.

Vídeos e fotos retratando o desperdício também se tornaram comuns em cidades como Franca, Ribeirão Preto e São Carlos.

Seca afeta captação subterrânea em vários municípios da regiãoAo menos seis cidades da região de Ribeirão Preto estudam adotar o racionamento devido a problemas na captação de água subterrânea causados pela seca.

Outras quatro cidades da região, que dependem desse tipo de captação, já enfrentam o corte programado de água, enquanto quatro municípios aguardam pelas chuvas.Essas cidades têm de 70% a 100% do abastecimento feito por água do aquífero Guarani, mas, devido ao aumento do consumo e ao rebaixamento momentâneo dos poços, estão com problemas.

Pitangueiras, Guará, Jardinópolis, Aramina, Nuporanga e Borborema estudam adotar o racionamento, enquanto Monte Alto, Altinópolis, Dumont e Serra Azul aguardam as chuvas antes de implantar a medida.

Em Américo Brasiliense, Barrinha, Cravinhos e Morro Agudo já houve corte.

Morro Agudo, que capta água no rio São Jerônimo e do aquífero, teve que parar o fornecimento por dez horas, quando o nível do rio caiu e passou a depender apenas dos poços.Em Barrinha, a prefeitura decidiu fazer racionamento há dois meses quando as bombas dos 13 poços artesianos começaram a quebrar. Em outras cidades, mesmo sem o racionamento, os moradores já estão convivendo com períodos de desabastecimento. Em Altinópolis, 30% dos 16 mil habitantes ficaram sem água no final de semana, após a quebra da bomba de captação, por causa de areia.

Água subterrâneaA cidade também ficou mais dependente da água subterrânea, após as duas minas secarem. A água superficial, que representava 30% do abastecimento, caiu a 10%.

Em Guará, aos finais de semana, a prefeitura está reduzindo a pressão da água para evitar o alto consumo.Já os moradores de Pitangueiras, que convivem com o rodízio de abastecimento entre os bairros durante o dia, devem enfrentar racionamento até o fim da semana.


Fonte: Assessoria de Imprensa

CIDADE PODE RACIONAR ÁGUA A PARTIR DA PRÓXIMA SEMANA - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização.

 AO VIVO - As principais notícias da sua cidade
 22/01/15 - LAVAR CALÇADAS NO PERÍODO DE ESTIAGEM É PROIBIDO NA CIDADE
 29/10/14 - CIDADE PODE RACIONAR ÁGUA A PARTIR DA PRÓXIMA SEMANA
 20/10/14 - FALTA DE CHUVA PODE LEVAR ITUVERAVA A RACIONAMENTO
 20/10/14 - RIO DO CARMO ESTÁ COM O NÍVEL MAIS BAIXO DAS ÚLTIMAS DÉCADAS
 29/09/14 - SUPERINTENDENTE DO SAAE FALA SOBRE ECONOMIA DE ÁGUA
 ARQUIVO - Acesse todas as notícias


Ituverava,
Busca

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba boletins informativos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.

Qual a sua opnião sobre o novo site?
Excelente
Ótima
Boa
Regular
Pode Melhorar

Veja o resultado